Economia, discurso e poder: os bastidores políticos do Segundo Plano Nacional de Desenvolvimento (II PND)

Gustavo Machado Cavarzan

Resumo


O presente trabalho pretende levantar algumas hipóteses acerca de elementos de natureza política que levaram o governo brasileiro a adotar uma estratégia que privilegiasse o crescimento da economia em 1973, quando ocorreu a primeira crise dos preços do petróleo. Para tanto será utilizada uma análise histórica da evolução política do regime militar no Brasil e de algumas de suas instituições, destacando as formas pelas quais o citado contexto logrou influenciar as decisões de política econômica durante o governo Geisel. Verifica-se que o ambiente de abertura política, a retórica militar e as mudanças em curso no cenário das relações internacionais foram determinantes na concepção de um plano econômico que privilegiasse o crescimento do produto interno bruto e do nível de renda.


Palavras-chave


Economia Política; Regime Militar; II PND

Texto completo:

PDF HTML


Universidade Federal do Rio Grande do Sul - ISSN 1984-5634