Vulnerabilidades, depressão e religiosidade em idosos internados em uma unidade de emergência

Bruno Leonardo Soares Nery, Andréa Mathes Faustino, Carla Targino Bruno dos Santos, Keila Cristianne Trindade da Cruz

Resumo


Objetivos: Identificar vulnerabilidades e a associação entre religiosidade e a presença de sinais depressivos presentes em idosos internados em uma unidade de urgência e emergência.
Métodos: Estudo transversal, realizado com 140 idosos internados em um hospital público do Distrito Federal, entre o mês de maio a outubro 2016, realizado por meio de questionário semiestruturado sobre dados de saúde, escala de religiosidade de DUREL e de depressão geriátrica.
Resultados: Os idosos estudados são vulneráveis em relação a escolaridade, local de residência, a hábitos de vida, 37,3% dos idosos apresentavam sinais depressivos, e que existe uma associação fraca de proteção entre religiosidade e desenvolvimento de sinais depressivos (p ≤ 0,00 r = 0.12) e (p =0,02 e r = 0,06).
Conclusão: Observou-se a religiosidade isolada não apresenta fator protetor eficaz, mas apresenta papel importante no desenvolvimento de resiliência diante da enfermidade e uma fonte construtora de rede de apoio ao idoso.
Palavras–chave: Idoso. Religião. Depressão. Vulnerabilidade em saúde. Espiritualidade.


Palavras-chave


Idoso. Religião. Depressão. Vulnerabilidade em saúde. Espiritualidade.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447