Percepção dos familiares acerca do grupo de apoio realizado em uma unidade de internação psiquiátrica

Maria de Lourdes Custódio Duarte, Juliana de Carvalho, Vivian Brentano

Resumo


Objetivo: Objetiva analisar a percepção de familiares de pacientes com sofrimento psíquico acerca do grupo de apoio em uma internação psiquiátrica.
Método: Pesquisa com abordagem qualitativa, exploratória, descritiva, realizada em hospital geral do Rio Grande do Sul com dez familiares que participavam de grupo de apoio semanal. A coleta de dados ocorreu no mês de outubro de 2016 através de entrevistas semiestruturadas.  Empregou-se a análise de conteúdo temática para tratamento dos dados, na qual emergiu a categoria: Percepção dos familiares sobre o grupo de apoio. Resultados: Os familiares percebiam o grupo como um espaço de apoio e fortalecimento, de escuta e trocas entre os integrantes, de informação sobre a doença e tratamento e de segurança e inserção da família no tratamento.Considerações finais: Portanto, o grupo de apoio pode ser entendido como uma ação estratégica de cuidado ao familiar, repercutindo na sua vida e no tratamento de quem está internado.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde mental. Serviços de saúde. Grupos de autoajuda.


Palavras-chave


Enfermagem. Saúde mental. Serviços de saúde. Grupos de autoajuda

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447