Vivência de mulheres na gestação em idade tardia

Juliane Dias Aldrighi, Marilene Loewen Wall, Silvana Regina Rossi Kissula Souza

Resumo


Objetivo: Descrever a vivência de mulheres na gestação em idade avançada.
Método: Estudo descritivo e qualitativo, realizado com 21 gestantes de 35 anos ou mais em acompanhamento pré-natal de alto risco, no período de dezembro de 2015 a abril de 2016. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada. A análise temática dos dados seguiu os seis passos propostos por Creswell.
Resultados: Emergiram seis categorias temáticas: Ambivalência: do medo à felicidade; O (não) planejamento e o divino; (Re)organização familiar: do apoio à não aceitação; Maturidade como uma facilidade para a maternidade; A idade avançada e a percepção do risco; A idade biológica do corpo dificultando a gestação. Conclusão: O estudo descreve a vivência da mulher gestante em idade avançada e apresenta diversos aspectos experienciados que podem ser utilizados como subsídios para o cuidado de enfermagem às mulheres que gestam nessa idade.

Palavras-chave: Enfermagem obstétrica. Idade materna. Gravidez. Cuidados de enfermagem.


Palavras-chave


Enfermagem obstétrica. Idade materna. Gravidez. Cuidados de enfermagem.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447