Organização da atenção domiciliar com o Programa Melhor em Casa

Edna Aparecida Barbosa de Castro, Denise Rocha Raimundo Leone, Camila Medeiros dos Santos, Francisca das Chagas Cunha Gonçalves Neta, Jurema Ribeiro Luiz Gonçalves, Divanice Contim, Kênia Lara Silva

Resumo


Objetivo: Compreender os modos de organização da Atenção Domiciliar no contexto da atenção à saúde ofertada por municípios que aderiram ao Programa Melhor em Casa, no Estado de Minas Gerais.
Métodos: Estudo multicêntrico com abordagem qualitativa. Dados coletados em 12 municípios mineiros, entre fevereiro de 2014 e julho de 2015, por meio de entrevistas semiestruturadas, com 12 coordenadores de Serviços de Atenção Domiciliar e seis gestores. Utilizou-se a Análise de Conteúdo como método de tratamento dos dados.
Resultados: Obtiveram-se duas categorias de análise: Organização da oferta regulada por demandas político-administrativas, experiências prévias e perfil de saúde local e Modos de organização mediados pelas necessidades dos usuários.
Conclusão: Depreende-se que o sucesso notado nos modos de organização da Atenção Domiciliar decorre da integração entre elementos da gestão e assistenciais. Reforça-se que esta modalidade assistencial substitutiva apresenta potencial para a efetividade dos serviços, redução da fragmentação e resolubilidade das necessidades de saúde.
Palavras-chave: Administração de serviços de saúde. Serviços de assistência domiciliar. Assistência domiciliar.


Palavras-chave


Administração de serviços de saúde. Serviços de assistência domiciliar. Assistência domiciliar.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447