A vida no Facebook: o cuidado de si de transplantados renais

Camila Castro Roso, Maria Henriqueta Luce Kruse

Resumo


Objetivo: Analisar as estratégias de cuidado de si de transplantados renais.
Métodos: Pesquisa qualitativa, inspirada na vertente pós-estruturalista. O material empírico foi composto pelas postagens de um grupo de Transplantados Renais do Facebook, coletados de fevereiro a maio de 2016, totalizando 53 postagens, de 35 participantes. Os dados da pesquisa foram analisados sob a perspectiva da análise cultural, utilizando teorizações foucaultianas.
Resultados: O cuidado de si de transplantados renais pode ser identificado por meio da preocupação consigo e com os outros, dos hábitos e estilos de vida, das restrições e limitações que a doença impõe, como ensinamentos, modos de viver e estilos de vida após o procedimento.
Conclusões: Essa experiência faz com que as pessoas que se submeteram ao transplante renal reflitam sobre o modo de vida que seguem. O grupo também estimula a adesão ao tratamento.
Palavras-chave: Transplante renal. Cultura. Internet. Enfermagem. Autocuidado. Cooperação do paciente.


Palavras-chave


Transplante Renal; Cultura; Internet; Enfermagem

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447