Estresse ocupacional entre trabalhadores de saúde de um hospital universitário

Renata Perfeito Ribeiro, Maria Helena Palucci Marziale, Julia Trevisan Martins, Maria José Quina Galdino, Patricia Helena Vivan Ribeiro

Resumo


Objetivo: Avaliar o estresse ocupacional entre trabalhadores de saúde de um hospital universitário.

Métodos: Estudo transversal com trabalhadores de saúde de enfermagem e medicina de um hospital universitário da Região Sul do Brasil. Os dados foram coletados entre agosto de 2011 e agosto de 2012 por um questionário para caracterização e a Job Stress Scale. Realizou-se análise descritiva e univariada (Kruskal-Wallis).

Resultados: Os participantes apresentaram alta demanda e alto controle do trabalho e baixo apoio social, indicando um trabalho ativo. Os enfermeiros tiveram menor controle sobre o trabalho (p<0,001) e os médicos receberam maior apoio social (p=0,006). Apoio social reduzido esteve relacionado à maior exposição ao estresse entre os auxiliares e técnicos de enfermagem (p=0,012).

Conclusão: Os trabalhadores que perceberam o apoio social reduzido apresentaram maior exposição ao estresse. Torna-se necessário implementar estratégias de prevenção ao estresse entre os trabalhadores de saúde, como o fortalecimento do apoio social no trabalho.

Palavras-chave: Saúde do trabalhador. Estresse psicológico. Apoio social. Hospitais universitários.


Palavras-chave


Saúde do trabalhador. Estresse psicológico. Apoio social. Hospitais universitários.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447