A abordagem Open Dialogue: história, princípios e evidências / The Open Dialogue approach: history, principles and evidence

Ana Carolina Florence

Resumo


A abordagem Open Dialogue foi desenvolvida na Finlândia na década de 1980, como um conjunto de práticas e princípios que modificou o modelo de atenção aos problemas de saúde mental da região. Através da proposta de reuniões familiares envolvendo a rede social das pessoas em crise em uma perspectiva dialógica, a abordagem Open Dialogue reduziu o número de internações em hospitais psiquiátricos e o tempo não tratado da doença; incorporou o uso seletivo de neurolépticos e promoveu taxas de recuperação de 84% das pessoas tratadas. O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão narrativa da literatura sobre a abordagem Open Dialogue trazendo a história de seu desenvolvimento, os sete princípios que orientam suas práticas e estudos de efetividade. Por fim, convidamos o leitor ao debate de estratégias de cuidado aos primeiros episódios psicóticos, contando que a abordagem Open Dialogue possa oferecer pistas para a Atenção Psicossocial brasileira.

Palavras-chave: Saúde Mental; Atenção Psicossocial; Open Dialogue.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-152X.80427

logogoogle
Scientific Electronic Library Online          

 

ISSN: 2238-152X.