Análise de Implicações: Uma Potência Problematizadora aos Pesquisadores Supostamente “Sabidos” / Analysis of Implications: A Problematizing Power to the Researchers Supposedly “Known”

Mário Francis Petry Londero, Letícia Quarti Soares

Resumo


Este artigo tem por base uma pesquisa de conotação avaliativa, participativa e interventiva, realizada na região metropolitana de Porto Alegre, que investigou os processos de cuidado em Saúde Mental na Atenção Básica da rede de saúde pública. O estudo aqui tratado realizou um recorte dessa pesquisa, analisando os encontros ocorridos especificamente na capital, uma das seis participantes da intervenção, à luz da metodologia cartográfica. A proposta foi analisar as implicações dos pesquisadores sitiados neste campo da pesquisa maior, como foram os processos dialógicos entre pesquisadores, usuários, trabalhadores, familiares e gestores de saúde, e o que se produziu diante das problemáticas da rede e suas possíveis invenções para dar conta do cuidado em saúde mental na atenção básica. Vimos, ao longo do processo, o quanto o contato com um campo participativo produz um saber que problematiza e transforma os conhecimentos preestabelecidos pelos pesquisadores.

Palavras-chave: Análise de Implicação; Saúde Mental; Atenção Básica; Pesquisa-Intervenção; Pesquisa Participativa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-152X.80424

logogoogle
Scientific Electronic Library Online          

 

ISSN: 2238-152X.