SE DÓI É PORQUE VOCÊ ESTÁ TREINANDO BEM. A SENSACÃO PARADOXAL DE DOR CORPORAL EM ACADEMIAS DE FITNESS EM CIUDAD AUTÓNOMA DE BUENOS AIRES

Alejandro Damian Rodriguez

Resumo


Neste artigo analiso a sensação de dor física para um grupo de treinados de academias da Ciudad Autónoma de Buenos Aires. Através de uma abordagem etnográfica, eu mostro como uma sensação de dor específica está sendo constituída à medida que as pessoas desenvolvem suas experiências no ginásio. Na primeira parte do texto apresento algumas cenas etnográficas em que a dor física está presente. Na segunda parte, no entanto, realizo análise teórica. Do ponto de vista do senso comum, dor é pura negatividade, nada de positivo pode vir de um sentimento que envolve o sofrimento do corpo. A partir do caso aqui apresentado pode ser visto exatamente o oposto: a dor se converte de elemento negativo para outro positivo, surge como um elemento capaz de melhorar a pessoa.

 


Palavras-chave


Corpo. Experiência. Dor.



 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
Telefone: 51 33085882 | Fax: 51 33085811
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio