A interação entre aluno e conteúdo material didático impresso na Educação a Distância

Andréa Villela Mafra da Silva

Resumo


Este trabalho apresenta as contribuições e as limitações do uso do material didático impresso no processo de aprendizagem em educação a distância, bem como discorre sobre a potencialidade desse tipo de material na formação do aluno autônomo. Através de uma pesquisa bibliográfica, investigamos a relação entre a elaboração do material didático impresso e a promoção da autonomia do aluno. Concluímos que o material didático deve despertar a automotivação e ter como base o paradigma da autoformação e autonomia. Propomos a criação de materiais didáticos que impeçam um ensino mnemônico para garantir o desenvolvimento de competências necessárias para o estabelecimento de uma atitude autônoma do aluno na interação com o conhecimento.

Palavras-chave


Aprendizagem. Autonomia. Material didático impresso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22456/1982-1654.40844



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X