Mapeando as correlações entre produtividade e investimentos de bolsas em programas de pósgraduação: o caso da Universidade Federal de Goiás

Dalton Lopes Martins, Rhaydrick Sandokhan, Arlon Silva, Luis Felipe Rosa de Oliveira, Eduardo Alves Silva

Resumo


O artigo apresenta uma discussão sobre tipos de indicadores e fontes de informação para a construção de sistemas cientométricos como base de análise de uma política científica e tecnológica. Propõe-se uma análise da correlação entre a Avaliação Trienal da CAPES e o Mapa de Investimentos do CNPq para identificar possíveis relacionamentos entre desempenho de programas de pós-graduação e investimentos realizados. O estudo mostra evidências de que os programas mais antigos e que possuem maior número de professores tendem a apresentar maior produtividade e nível de investimento.


Palavras-chave


Cientometria. Indicadores. Política científica. Correlação. Universidade Federal de Goiás.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19132/1808-5245212.162-180



Em Questão | ISSN 1808-5245

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, CEP 90035-007 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: emquestao@ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos