EJA, Trabalho e Educação na Formação Profissional: possibilidades e limites

Eliane Dayse Pontes Furtado, Kátia Regina Rodrigues Lima

Resumo


RESUMO – EJA, Trabalho e Educação na Formação Profissional: possibilidades e limites.

A Educação Profissional e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), ao longo de décadas de sua história percorreram caminhos difíceis e conturbados. Nesse sentido, a realização da V Conferência Internacional de Educação de Adultos - V Confintea, em Hamburgo, na Alemanha, em 1997 trouxe a contribuição de um conceito ampliado de EJA, em que é destacada a presença da relação educação e trabalho, isto é, a integração entre qualificações técnicas e profissionais, como elemento importante para a participação do sujeito no processo de produção de bens da sociedade, bem como das necessidades individuais. Este artigo pretende discutir a articulação entre EJA, Trabalho e Educação, na formação profissional levantando as possibilidades de integração entre as áreas supracitadas problematizando os pontos de confluência entre as áreas e as possíveis dificuldades e possibilidades para consecução deste desafio, imprescindível para uma formação integral de sujeitos jovens e trabalhadores.

Palavras-chave


EJA. Trabalho e Educação. PROEJA.

Texto completo:

PDF


Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

paep_96