O Envelhecimento Influencia as Habilidades Pragmáticas, Léxico-Semânticas e Prosódicas do Hemisfério Direito?

Rochele Paz Fonseca, Gabriela Peretti Wagner, Juciclara Rinaldi, Maria Alice de Mattos Pimenta Parente

Resumo


Resumo: As habilidades lingüísticas formais são relacionadas ao papel do hemisfério cerebral esquerdo, enquanto as habilidades funcionais são ligadas predominantemente à ativação do hemisfério direito. A função linguagem no envelhecimento tem sido freqüentemente estudada. No entanto, encontram-se na literatura, geralmente, pesquisas sobre os aspectos lingüísticos formais em adultos idosos, sendo os funcionais ainda pouco investigados. O objetivo do presente estudo foi averiguar se o envelhecimento influencia no desempenho comunicativo associado ao hemisfério direito. Participaram da pesquisa 40 adultos jovens e 40 adultos idosos, de ambos os sexos, com escolaridade igual ou superior a oito anos de estudo, sem relato de quaisquer patologias sensoriais, neurológicas ou psiquiátricas. Foram incluídos indivíduos com escore no Mini Exame do Estado Mental superior a 23 pontos (adultos idosos) e ausência de depressão na Escala de Depressão Yesavage. O desempenho comunicativo foi examinado através da Bateria Montreal de Avaliação da Comunicação, versão Brasileira do instrumento canadense Protocole Montréal d’Évaluation de la Communication — tarefas de interpretação de metáforas, interpretação de atos de fala indiretos, evocação lexical, julgamento semântico e compreensão e produção prosódicas. A análise estatística dos dados foi realizada com o Teste t de Student. Os idosos apresentaram um desempenho significativamente inferior ao dos jovens na maioria das tarefas lingüísticas, com exceção da interpretação de atos de fala indiretos, prosódia lingüística — repetição e do julgamento semântico. A maior dificuldade de processamento comunicativo observada nos idosos não representou um deficit lingüístico, mas sim um efeito de idade no seu estilo comunicativo ou mudanças pragmáticas.

Palavras-chave: Comunicação. Linguagem. Hemisfério Direito. Envelhecimento.


Abstract: Structural linguistic abilities are more related to the left hemisphere’s role, while functional linguistic abilities are linked to the right hemisphere’s activity. Language in the elderly adults has been frequently investigated. In the literature, however, there are researches mainly focused on structural linguistic aspects in the aged population and the functional aspects are still less explored. This study aimed to verify if aging influences on communicative performance related to the right hemisphere. Two groups formed the sample: 1) 40 young adults and 2) 40 elderly adults. Participants should have eight or more years of formal education, without self-report of any sensorial, neurological or psychiatric disorders. In addition, the inclusion factors were performance in the Mini-Mental State Examination superior to 23 points (elderly adults), absence of depression in the Yesavage Depression Scale. The communicative performance was assessed with the Brazilian version of the Canadian instrument Protocole Montréal d’Évaluation de la Communication (Montreal Communication Evaluation Battery) — methaphor interpretation, indirect speech acts interpretation, verbal fluency, semantic judgement and prosody tasks. The data were analyzed through a Student t Test. Elderly adults showed a significant inferior performance in the majority of the communicative tasks, except for indirect speech acts interpretation, linguistic prosody — repetition and semantic judgement. The main difficulty in the communication processing observed in the elderly group did not mean a linguistic deficit; it suggested, however, an aging effect on their communicative profile or pragmatic changes.

Keywords: Communication. Language. Right Hemisphere. Aging.

Palavras-chave


Comunicação. Linguagem. Hemisfério Direito. Envelhecimento. Communication. Language. Right Hemisphere. Aging.

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2013, área interdisciplinar: B1