O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUECO: O CAMINHO DA INTERVENÇÃO ESTATAL

Alfredo Marcolin Peringer

Resumo


Este artigo vale-se do modelo econômico adotado pela Suécia para mostrar que todo desenvolvimento apoiado no Estado, em detrimento da livre iniciativa, não é um desenvolvimento auto-sustentado, mas um desenvolvimento artificial. Cedo ou tarde tem de ser revertido, com grandes custos sociais. Estudou-se a origem, os estágios iniciais, a consolidação, o início da queda, o declínio e a difícil situação atual do Estado intervencionista sueco. O estudo converge para o fato de que, inevitavelmente, o povo sueco vai ter de pagar um preço bem alto - queda da produção e desemprego - para trazer de volta a economia ao equilíbrio. E esse retorno só é viável, dado determinado custo, com a adoção de uma economia guiada pelas leis de mercado.

Palavras-chave


4- Desenvolvimento econômico. Suécia. Intervenção Estatal.

Texto completo:

PDF


Indexadores

 

 

 

 

Diretórios

 

 

 


 

 

Revista Análise Econômica - Av. João Pessoa, 52 Sala 12 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP: 90.040-000